Ervas medicinais no tratamento de doenças hepáticas

O fígado — um importante órgão do nosso corpo. Limpa-la dos efeitos dos venenos, produtos metabólicos. Se função hepática anormal, venenos e acções externas continuam a envenenar nossos corpos. Se o fígado pára de funcionar, o corpo humano deixa de viver. Nesta publicação, consideramos que as doenças que afetam este importante órgão, bem como ervas medicinais para tratar fígado.


Doenças que afetam o fígado.

Existem muitas doenças de fígado. Doenças do próprio tecido do fígado, muitas vezes viral — hepatite crônica e aguda. Quando a inflamação ocorre a substituição de tecido conjuntivo no fígado. Com curso a longo prazo da doença, o que pode resultar em grande sobrecrescimento hepática tecido conjuntivo e reduzindo as suas funções protectoras — cirrose hepática.

O estado do fígado também afecta o estado da vesícula biliar e das vias biliares. Em caso de violação de seu trabalho ocorre estagnação da bile, alterando a sua composição química. Isto conduz a várias doenças, incluindo, e icterícia. Estas doenças afectam também de forma adversa a condição do fígado.

A fim de evitar as doenças do fígado e mortes, deve ser evitada. Uma das melhores formas de prevenir doenças do fígado são as ervas.

Gramados biliares.

Gramíneas biliares são divididos em três grupos:

  • holikinetiki — bílis, promove a libertação de bílis da vesícula biliar para o intestino delgado, para a remoção subsequente do corpo. Holikinetiki aumentar o tom da vesícula biliar, bile e é liberado para o fluxo biliar comum. Por holikinetikam incluem barberry, erva-doce e outros;
  • choleretic — reforçar a formação de bile. Lei sobre os reflexos da mucosa, assim, promover a revitalização das células do fígado. Por flores coleréticos são dente de leão, seda de milho, flores Helichrysum e outros;
  • antiespasmódicos — ajudar a reduzir o tom do tracto biliar, o que melhora o fluxo da bílis. Para antiespasmódicos incluem grama, hortelã-pimenta, manjerona, camomila ervas.

Os efeitos de ervas para o tratamento de doenças hepáticas e como usá-los.

Quase todas as ervas afetar o fígado, proporcionando alguma ação. Um exemplo de tais exposições são seda de milho. Eles ajudam a bile produzida melhor, torná-lo menos densa e viscosa, reduzir o seu teor de bilirrubina, o que ajuda a bílis excretado do corpo. Além disso, a seda do milho tem ação anti-inflamatória e antimicrobiana. As principais indicações para o uso de seda de milho: inflamação da vesícula biliar — colecistite; inflamação do fígado com um atraso de bile — hepatite; inflamação das vias biliares — colangite.

Milho seda é prescrito na forma de infusões e decocções. O método de preparação é simples. Uma colher de sopa de estigmas milho triturado com água fria, leve para ferver e deixe ferver por 30 minutos. Em seguida, o caldo de carne fresca e enchidos com água para seu nível original. Estirpe caldo e é tomado por via oral 3-4 vezes por dia em uma colher de sopa.

Areia eterna. Sua decocção é usada para hepatite crônica, colelitíase, colecistite, em violação da função motora das vias biliares. Método: a uma taxa de uma colher de sopa por copo de água. O caldo é preparado de modo semelhante a seda de milho caldo. É usado 2-3 vezes por dia sob a forma de calor para metade de um copo.

Ervas para o tratamento, a recuperação da função do fígado.

Existem ferramentas para ajudar a melhorar a função protectora do fígado. Essas drogas possuem propriedades hepatoprotectores. Eles protegem o fígado, por exemplo, em constante licor recepção e melhorar a troca e limpeza (metabólica) a função do fígado. Em muitos tais medicamentos incluem medicamentos à base de plantas. Também para restaurar as funções metabólicas do fígado são as infusões e as decocções de ervas utilizadas.

Na hepatite crônica e colecistite recomendado a coleção, que consiste em flores de espinheiro-alvar, raiz de valeriana, barberry e folhas de hortelã. O método de preparação é simples: uma colher de sopa de raiz de valeriana picado e flores de espinheiro-alvar misturado com 1, 5 colheres de sopa de barberry e 1, 5 colheres de sopa de folhas de hortelã-pimenta. Para caldo precisa de uma coleção colher de sopa. Despeje um copo de água fervente, deixe por 15 minutos, escorra, fresco e tomar 3 vezes por dia para um terceiro copo.

Na cirrose do fígado é recomendado para coletar duas colheres de quadris rosa (picadas) e uma colher de sopa de folhas de urtiga secos picados. Método: uma coleção colher derramar um copo de água a ferver e infundir durante 15 minutos. Em seguida, o caldo fresco e tensão. Tire duas vezes por dia para beber meio copo. Esta taxa contribui para uma melhor remoção do excesso de líquido do corpo, melhora a digestão e metabolismo nas células do fígado, normaliza a cadeira.

Se a função hepática anormal é recomendado que a terapia de longo prazo, que ajuda a restaurar as células do fígado. Que receberam infusões e decocções de ervas promove a sua recuperação gradual e corresponde à terapia prescrita.