Nutrição proteína para as mulheres grávidas


Não é nenhum segredo que durante a gravidez o bebê para comer comida, e que a mãe. Portanto, cada mulher esperando o nascimento de uma criança deve especialmente assistir sua dieta, escolha alimentos que são necessárias para o pleno desenvolvimento do feto. Nutrição proteína para as mulheres grávidas não só contribui para o desenvolvimento integral da saúde da criança e da mãe, mas também ajuda a evitar problemas com excesso de peso.

Quais são os benefícios da dieta da proteína durante a gravidez

Por si só proteínas consistem de aminoácidos que fazem parte do tecido humano. Nutrição proteína para mulheres grávidas é necessário, uma vez que as células produzem proteínas garoto. As proteínas fornecem o crescimento da placenta, útero, o desenvolvimento e crescimento da criança. Eles também são necessárias para o desenvolvimento das glândulas mamarias da mãe. As proteínas são anticorpos contra vírus e bactérias, estimular o sistema imunológico. Eles proporcionam um fornecimento de vitaminas, nutrientes, oligoelementos. As proteínas contribuem para o funcionamento normal da coagulação, anticoagulação e sistemas. Proteína nutrição para mulheres grávidas é necessário porque as proteínas ajudam a manter a pressão osmótica do plasma. Esta propriedade evita que o sangue, mais precisamente, a sua parte líquida, «sair» do leito vascular. Isso evita inchaço, formação de coágulos sanguíneos. À pressão normal, a quantidade de plasma de sangue é suficiente para proporcionar a respiração e nutrição da mãe e do bebê. Melhor proporciona perfusão do fluxo de sangue, e isso depende da proteína albumina e cloreto de sódio.

Metabolismo das proteínas no corpo depende da taxa de decomposição e perda de proteína (referindo-se a doença renal e actividade física). Depende da partilha das receitas de proteínas alimentares, o processo de digestão nos órgãos digestivos. Além disso, a troca depende do fígado, uma vez que produz as proteínas necessárias (coagulação, a construção, de protecção).

O que ameaça a deficiência de proteína durante a gravidez

Com a falta de proteína no corpo de uma mulher grávida, pode ter problemas com o desenvolvimento do feto. A mulher é ruim ganhando leituras de peso de hematócrito e hemoglobina aumentou. Existe um atraso no desenvolvimento da criança (no útero). Isto é determinado pelos resultados do ultra-som, a circunferência do abdómen, altura em pé útero. Além disso, há a desnutrição do feto.

Devido à escassez de proteína em mulheres parecem inchaço (a partir da diminuição da pressão osmótica do plasma), aumento da pressão sanguínea, o que pode ter consequências negativas para a gravidez. Devido aos aumentos deficiência de proteína das enzimas hepáticas, que indicam fraco desempenho do fígado. Além disso, quando uma falta de proteína no corpo de uma mulher grávida possa ser eclâmpsia e pré-eclâmpsia. Eles são expressos como dores de cabeça, visão turva, convulsões. Estes sintomas são complicações graves da pré-eclâmpsia, que requer hospitalização imediata.

Quais os alimentos durante a gravidez, contendo proteína deve ser consumida

Para o desenvolvimento normal da gestação, as mulheres são produtos essenciais da proteína, e que deve ser consumida por dia, cerca de 100 gramas por dia, durante os primeiros 20 dias de posição de interesse, e depois a necessidade para o corpo de pelo menos 120 gramas até o nascimento. A proteína animal é recomendável dar preferência a.

As proteínas animais encontradas em alimentos como frango, frango, peru, ovos, carne cozida (carne magra, carne de cordeiro, carne de porco). Muito útil para carne de coelho, fígado (não frito), fígado, peixe. Rica em produtos de proteína vegetal, como ervilhas, soja, lentilhas, feijão.

Produtos menos úteis que contêm proteínas são congelados de carne, pato, ganso carne, frango frito e frango, salsicha, linguiça defumada. Bem como peixe frito, cortes gordos de produtos semi-acabados de carne de porco.

O alto teor de proteína está nos produtos, como creme de leite, queijo, iogurte. Eles também são encontrados em grandes quantidades em frutos de casca rija, em produtos de panificação, farinha, grãos em trigo germinado, ovos, cozidos. De alta qualidade e alimentos nutritivos durante a gravidez contribui para o êxito do desenvolvimento do bebê.