Biografia de Mikhail Zadornov

Mikhail Zadornov conhecer todo o espaço pós-soviético. Todas as pessoas interessadas em biografia Zadornov, porque esta pessoa só não pode ajudar, mas estar interessado. Ele — um satirista incrível, que sempre soube e é capaz de falar sobre as coisas mais simples, mas vitais, de modo que o público nunca pode rir. Biografia Michael — é a história da incrível homem talentoso que sabe como energizar e fazem suas performances para que tudo estava bem em minha alma. Biografia de Mikhail Zadornov — é a história de um homem que se não desanime, e não permitir que outros a desmaiar.


Na biografia de Mikhail Zadornov tudo, à primeira vista, na história do homem comum. Mas ainda assim, ninguém nunca vai ser capaz de tomar Zadornov como média alguém, porque ele sabe como conquistar os corações de milhões. Para Michael que não há nenhuma dificuldade. É por isso que o artigo é dedicado à vida Zadornov, um homem que sempre sabe como rir dos problemas do povo, toda a confiança, enquanto incutir.

Biografia Zadornov começou em Jurmala. Foi lá que a família de Michael viveu quando ele nasceu no vigésimo primeiro julho 1948. Talvez não surpreendentemente, que a biografia do homem desenvolveu desta maneira. Afinal, ele nasceu em uma das capitais de humor. Pai Zadornov foi um historiador escritor que se tornou, no devido tempo, o vencedor do Prêmio de Estado. Foi com ele era seu humor satírico afiada e alta inteligência. Quando Michael estava no colégio, ele estava muito interessado em teatro. Na época, ele estava envolvido em produções e desempenhou uma variedade de papéis. Mas, mesmo assim, após deixar a escola, o jovem escolheu o caminho do artista. Em vez disso, ele decidiu se dedicar às ciências exatas e tecnologia. Assim, Michael foi para o Instituto Riga de Aviação Civil. Depois de estudar nesta instituição de ensino superior, por algum tempo, o jovem mudou-se para Moscovo e terminou seus estudos no Instituto de Aviação de Moscou. Ele tem um diploma, o que significa que Zadornov era um engenheiro mecânico. Após a formatura, os jovens profissionais continua a trabalhar no departamento, primeiro mantendo a posição de um engenheiro simples, e mais tarde tornou-se o engenheiro-chefe. Mas, apesar de um trabalho responsável e sério, Michael não poderia esquecer o seu desejo para o palco e performances. Por isso, em paralelo com o trabalho que ele começou a participar em espectáculos amadores. O Instituto tinha um teatro drama de estudante «Rússia», que foram criados performances jornalísticos. Foi lá e falou Zadornov. Jovem interessante, inteligente e artística imediatamente gostei da audiência. Sobre as performances no teatro constantemente próximos multidões Zadornov literalmente banhado em aplausos. Em 1975, ele mesmo recebeu o Prêmio Lenin Komsomol por seu talento e criatividade.

Ao longo do tempo, Michael percebeu que o trabalho do instituto — ainda não é sua vocação na vida. Mais Zadornov interessado em humor e sátira. Além disso, é perfeitamente capaz de escrever monólogos engraçados, que eram populares em muitas pessoas. Finalmente, em 1984, ele se tornou o chefe do departamento de humor e sátira na revista «Juventude». É nesta posição Zadornov finalmente percebi que eu nunca iria voltar, quer para as actividades de investigação nem o administrador. Assim, ele decidiu dedicar-se a escrever diálogos humorísticos. Em 1982, uma vez que ele falou na televisão com seu monólogo «Carta para a casa do estudante.» E é interessante notar que, mesmo assim um desconhecido jovem comediante espectadores interessados. Mas era necessário tempo e performances para ser lembrado e, eventualmente, se apaixonou. Portanto, em 1984, re-ler Zadornov telas seu monólogo, que foi chamado de «nono vagão». Foi o que aconteceu no programa «Em torno do riso», e Michael se lembrava. Monólogo foi repetido uma e outra vez na televisão e as pessoas vão se lembrar que havia um novo humorista e escritor satírico Mikhail Zadornov, que realmente sabe como fazer as pessoas rirem.

Mas, no entanto, após algum tempo Zadornov não agir por si mesmo. Ele pintou miniaturas para outros artistas, e só no início dos anos noventa reapareceu na tela. Foi então que ele se tornou um dos humoristas mais queridos e populares do vasto antiga União Soviética. Na época, Zadornov agiu em tais programas de televisão como «Smehopanorama», «Full House» e «perspectiva satírica». E em 1991 Zadornov mesmo felicitou o país no ano novo que ainda é um evento único, por causa disso, nem antes nem depois não fazer mais um satirista.

Desde Zadornov cria constantemente. Ele não somente executa no estágio, mas também fornece uma coleção de suas obras, escreveu peças de teatro e roteiros. Este homem realmente tem energia ilimitada. Apesar de sua idade, ele sempre foi atlético, inteligente e alegre. Zadornov está interessada em várias tendências da filosofia oriental, pratica yoga. Ele não é apenas um comediante, mas também um cientista. Talvez aí que reside a influência de seu pai, que na época estava envolvido em uma variedade de pesquisa histórica. Agora eles fazem e Zadornov. É verdade que eles têm um monte de humor e positiva, e alguns cientistas não concordam completamente, mas Michael não está chateado, apenas divertido. A principal coisa para ele — esta é uma reação do corredor. Um quarto sempre responde com risos e aplausos. Portanto Zadornov continua a escrever suas miniaturas e falar sobre vários fatos históricos em sua maneira cômica e satírica.

Mikhail Zadornov — um homem que alcançou o sucesso por conta própria, unicamente devido a uma inteligência afiada e senso de humor. Portanto, ele sempre tenta ajudar jovens talentos, se ele vê o seu potencial. Em seus shows envolvidos jovens atores que lêem suas miniaturas, cantar, dançar e entreter o público com outras formas não-padrão. E Zadornov apenas contente que pode divertir as pessoas e abrir caminho para aqueles que será uma vez seu sucessor digno para o palco satírico.