Temores de uma mãe solteira e erros

Toda mulher tem o direito à felicidade pessoal, família forte e amor mútuo. E toda mulher sonha com isso. Mas nem tudo na vida se desenvolve, como ela queria, e nem toda mulher romance com um final feliz. Muitas vezes, os relacionamentos acabam separação e ruptura, e, em seguida, a mulher é deixado sozinho com uma criança nos braços, e às vezes dois. Agora ela é uma mãe solteira, e muitos acreditam que este é o fim. Medos e erros Mãe solteira, aprender com esta publicação.


Medos e erro
Que erros faz uma mãe solteira, que ela teme surgir, e se é possível evitar esses erros? Nós vamos ajudá-lo a encontrar a força para compreender tudo o que aconteceu para começar «do zero» e passar para uma nova vida. É necessário lembrar que uma mãe solteira, não é uma mãe ruim, não família infeliz, mas a família simplesmente incompleto. Há muitos exemplos quando uma família comum, que consiste em uma mãe, pai e filho, muitas vezes, cuidados e educação da mãe da criança está envolvida. Nesta família toda mãe infeliz — porque o marido infantil, pai porque ele não teve oportunidade de viver como ele quer, e não há liberdade, a criança devido a brigas constantes pais.

Assim, pode ser uma mãe solteira, e não ruim? Afinal, para muitas mulheres, o divórcio é a única maneira de sair desta situação (espancamentos, insultos, humilhação, falta de amor, e assim por diante. D.) E ser feliz novamente. Afinal, as pessoas tendem a cometer erros quando escolher a pessoa errada, está na porta errada, não diga essas palavras. Não há necessidade de parar e, o mais importante ir mais longe, não vai ser fácil. Não vai mudar o passado, mas é possível construir um futuro feliz para a criança e para si. Cada mulher deve ter o direito a uma segunda chance.

Erros mãe solteira
Mulheres que estão criando uma criança sozinha, sabe o que é um desafio para eles é a maternidade. As mães solteiras por causa da perda de vida e auto-referência cuidado excessivo para as crianças, eles esquecem sobre suas necessidades e sobre si mesmos. E ao mesmo tempo fazer um grande erro.

1. Totalmente e completamente dedicar-se à criança
Talvez esta seja uma boa idéia, mas a mãe que deu à luz a uma criança o todo, como é que cumpri-lo, e não pode realizar-se como pessoa. Eles terrivelmente difícil deixar de ir de seu filho adulto na vida adulta. Essas mães para seus filhos exigências excessivas. Seus sonhos não realizados que eles estão tentando vender através de sua criança privada de seu direito de escolher e programá-lo. Claro, uma criança em suas vidas o mais importante, mas é preciso lembrar e para si mesmo. Isto aplica-se às emoções e aparência física.

2. Experimentando grande sentimento de culpa
A maioria das mães solteiras acreditam que eles são os culpados pelo divórcio, e que a criança não tem pai. E, independentemente das razões para a abertura, culpar apenas a si mesmos. Afinal de contas, por causa de sua criança cresce em uma família e incompleta sem um pai. Devido à falta de dinheiro que eles têm que trabalhar dia e noite, e, claro, com filhos pagam pouco tempo. E quando há tempo livre, eles não descansam, e dar-lhes o tempo e gastá-lo com as crianças. E assim é para a vida, eles se sentem culpa e arrependimento, que aparecem em auto-sacrifício integral.

Uma mulher de muitas vítimas por causa de seu filho, é a natureza intrínseca, mas não deve trazer prejuízos e estar dentro da razão. Não necessariamente todos os momentos de sua vida para se dedicar apenas uma criança. É preciso, portanto, da mãe para o filho não é um bom exemplo. Você não pode privar-se das perspectivas de liberdade e privacidade, não é necessário reconhecer que apenas o papel de uma mãe solteira.

3. O processo de criar um filho é reduzida para a satisfação das necessidades materiais
É um natural e um desejo natural, mas não se esqueça sobre o lado espiritual. Uma mãe solteira, tendo o cuidado de como se vestir e alimentar a criança pode perder pontos importantes, tais como: responsabilidade educação, bondade, sensibilidade, amor e assim por diante. Mais frequentemente falar com ele, dar carinho e calor em atitudes, palavras em contato. Se existem algumas dificuldades financeiras, ela não deve afetar seu relacionamento e filho. Não duvido que você educa uma pessoa e personalidade, mesmo se você levantá-lo sozinho. Investir em atenção, gentileza, cuidado da criança e do amor. Este é o investimento mais rentável em poucos anos, você receberá o interesse como uma filha amorosa carinho e filho grato.

4. Coloque uma cruz em sua vida pessoal e limitar seu círculo social única criança
As mães solteiras acreditam que seus encontros com os amigos, para um homem para fazer um filho sofrer e não trazê-lo de alegria, mas é errado. Pelo contrário, uma mãe feliz, que vive feliz, trazer o seu bebê feliz. Não há necessidade de fechar-se fora dos outros. Precisamos de um lugar para ir, e sem uma criança, concorda em data e para se reunir com os amigos e fazer algo para si, favorito. Conversando com as pessoas, fazer um homem para além de alguns problemas prementes, vai dar alegria e felicidade. E isso pode tornar uma mãe feliz e seu bebê feliz.

Não suprimir o desejo de contar com o ombro de um homem forte, porque é natural e compreensível a sentir a necessidade de cuidar de um ente querido. E em nome da maternidade não pode abandonar tudo isso. Talvez um novo homem e uma nova amizade vai beneficiar este pequeno família. As funções são executadas por uma pessoa pode ser dividido em duas pessoas. Criança, comunicando-se com o homem da minha mãe, para ganhar novos conhecimentos e experiências.

5. Não tome a solidão
Este peculiar extremo para mães solteiras. Afinal, eles ainda não foram recuperados, tanto física como mentalmente de relacionamentos passados, e já tentando iniciar um novo relacionamento. Em tais situações, as crianças são deixadas para os avós, que afeta crianças. É muito importante encontrar algum equilíbrio entre suas necessidades e as necessidades da criança.

Agora que sabemos sobre os erros e teme uma mãe solteira. Você deve saber que as mulheres fortes podem criar um filho sozinha. Não tenha medo de desafios e obstáculos, caminhar pela vida com orgulho endireitou os ombros e confiante o suficiente. You — a mãe real. E devemos amar a criança ea si mesmos. Seja feliz!