Feminino 30 anos de crise


Para muitas mulheres, o fenômeno de 30 anos crise das mulheres se torna o problema muito urgente. Uma mulher compara a situação real com suas idéias de vida e é muitas vezes uma mulher está enfrentando a insatisfação com o resultado. A mulher tem a sensação de que sua vida não tem sentido, eo sentido de insatisfação em geral, resultando em depressão pode aparecer.

Muitos se perguntam por que a 30-year-old idade para uma mulher é considerada crítica? Normalmente, nesta idade em mulheres é um «auto-identificação», ela se tornou filha, esposa, mãe, possivelmente realizada como profissional. Neste sentido, tem uma responsabilidade acrescida para as pessoas ao seu redor tornou-se mais responsabilidades. As crianças têm uma grande quantidade de esforço e tempo para si e para a sua época favorita coisas está se esgotando. Mesmo algo que traz prazer e alegria, agora se tornou rotina, que perdeu o seu próprio «eu». A maioria das mulheres nesta idade superestimar prioridades da vida. Se uma mulher tomou como esposa e mãe, sua prioridade é a carreira profissional. Por outro lado, se uma mulher foi realizada como profissional, ela começa a perceber-se no papel de esposa e mãe.

Nesta idade, é importante para uma mulher para ter um «respiro» psicológica (seja no trabalho, em casa ou entre amigos). Crise não pode ser, se a mulher é feliz, seu trabalho lhe traz prazer, relações familiares ou vida pessoal era bom. Especialmente crise 30 anos sentem aquelas mulheres que não desenvolveram vida pessoal, sua instabilidade profissional. Em seguida, eles começam a avaliar a vida de seus amigos, que na vida têm um bom trabalho, eles têm um marido e filhos. E, se a mulher não vai «desabafar», ele pode cair em depressão.

Então, a vida pode parecer existência sem sentido, porque sua casa ninguém espera na rua e se você se encontrar com uma criança da mesma idade, a sensação de aumento não realizado das mulheres ainda mais. Em qualquer situação, é importante para manter o poder do espírito e da dignidade da vida para sair da crise. Mas como?

Primeiro amar a si mesmo novamente, começar a aplicar-se de perto, em seus primeiros anos. Certifique-se de encontrar o tempo para se envolver em coisas favoritas — pintura, tricô, costura, chicoteando. Preste atenção ao seu corpo — visite os salões de beleza, tomar banhos aromáticos. Trazer alegria e atividades em uma equipe (se inscrever, como um ginásio, um clube de fitness). Além disso, o emprego não só a alegria da nova comunicação e figura esbelta.

O mesmo é recomendado para as mulheres casadas, porque se minha mãe está de bom humor, as crianças serão capazes de dar-lhe mais do que se fosse irritado e cansado. Recomenda-se também que as mulheres casadas para refrescar o relacionamento com o cônjuge, especialmente se o relacionamento está perdido frescura. Deixe a avó crianças ou alguém de parentes e ir ao cinema com o marido em um restaurante (ou um jantar à luz de velas em casa), em geral, providenciar uma noite romântica. Faça um impressionante maquiagem, vestiu seu melhor vestido, sentir desejável e bonita, e seu marido um novo olhar para você.

Se o trabalho não lhe trazer alegria e satisfação, é necessário mudar de emprego. Pense se você gosta de sua especialidade, em seguida, pergunte-se se você quiser continuar a trabalhar nesta especialidade ou deve mudar de profissão. Você ainda tem tempo para mudar a profissão selecionados nos primeiros anos.

Mas, mais frequentemente a causa da crise é a insatisfação em suas vidas pessoais. Afinal, se há uma mulher há um ente querido, todo o alarido é vital para ele vai parecer inútil. Não salvar um casamento ruim para o bem das crianças, crianças de tais relações familiares entre pais não estão felizes, ea mulher será deprimido e / ou neurose. Às vezes, a privacidade deve começar com uma ardósia limpa.

Faça o que você traz conforto, alegria, calma, porque além de você, ninguém vai fazer você feliz. Evite qualquer coisa que faz você se preocupar e / ou deprimente. Preencha sua vida com experiências alegres e não acho que há um 30-year-old crise feminino!