Herbal tratamento durante a gravidez


Você está grávida, mas não sei exatamente se a questões emergentes e fitoterapia confiáveis, pois pode afetar o bebê? Este artigo irá ajudá-lo a lidar com tais dúvidas. Na verdade, a terapia à base de plantas durante a gravidez ainda é praticada por nossos avós. Esta é uma das formas mais antigas para fornecer grávida primeiros socorros. Se você pegar a grama corretamente, eles não só vai aliviar sua condição, mas também ajudar a transportar corretamente e dar à luz um bebê saudável.

Quais são os benefícios de ervas

De acordo com o teor de vitaminas, minerais e ácidos orgânicos, eles estão muito à frente de alguns vegetais e frutas. Ervas ajudam a restaurar a saúde hormonal do corpo, porque eles contêm ambos os hormônios femininos e masculinos nas proporções mais perfeitas. Está provado que o efeito terapêutico de ervas e ervas remédios várias vezes maior do que o efeito de produtos químicos medicinais convencionais. Isto é conseguido por meio de matérias-primas naturais e a ausência de quaisquer efeitos negativos sobre o feto. No entanto, existem certos contra-indicações estritas para tomar ervas durante a gravidez. Uma mulher não pode estar em uma posição a tomar: tansy, amieiro espinheiro, orégano medicinal, aloe, hissopo, droga lovage. Além disso, não use salsa crespa, rabanete, ruibarbo, barberry, alcaçuz nu. Alguns efeitos adversos podem causar: Chaga, azeda, espinafre jardim, extratos de morango, Echinops comum. O resto do tratamento à base de plantas é seguro. Ervas medicinais durante a gravidez perfeitamente regular o metabolismo, o fluxo de sangue para a circulação cerebral e sangue, pode aliviar a insônia e melhorar o fundo emocional geral.

Se quaisquer problemas estão ajudando grama

Nós mães são problemas específicos, é fácil de lidar com isso pode ajudar certos chás ou chás de ervas. A aceitação de tais taxas, em qualquer caso, é desejável coordenar com o seu médico. Quando intoxicação, por exemplo, ajuda a framboesa (frutas com folhas), erva-cidreira, calêndula (flores) e hortelã-pimenta farmácia. Tarde, toxicosis muito grave e edema excelente efeito irá recolher folhas e bagas, cranberries, folhas de bétula e cavalinha. Um tónico uterino recomendado tintura de-leão. É também perfeitamente vaso limpo e alivia rapidamente cólica.

O facto bem conhecido que uma imunidade grávida poucos é reduzida, o que pode ser um risco para a ocorrência de constipações e gripe. Desde que assumiu drogas convencionais gestantes não é recomendado, uma vez mais vir em auxílio de grama. Quando a manifestação dos primeiros sinais de chá frio de frutos e folhas de framboesa e limão cores, bem como a infusão de Yarrow, vai melhorar rapidamente. No entanto, a doença é sempre melhor prevenir vitamina chá com quadris de rosa, alho ou cebola, cortada e se espalhar em toda a sala, óleo de eucalipto, árvore do chá ou lavanda conter um número de antibióticos naturais, voláteis e agir como um anti-séptico. Além disso, eles contêm imunomoduladores naturais: ehinotseya raiz de alcaçuz e apoiar suavemente as defesas do organismo. O chá feito a partir de malmequeres tem um efeito tônico.

Com a ajuda de plantas medicinais pode se livrar das doenças comuns na gravidez. Por exemplo, quando a anemia deve beber o chá de folhas de morango e rosa mosqueta. Quando intoxicação no início da gravidez pode ajudar a aliviar a condição de bálsamo e hortelã-pimenta, tem analgésico, sedativo, alivia espasmos intestinais e reduzir a flatulência.

Quando salivação excessiva precisa enxaguar a boca com uma decocção de sálvia ou casca de carvalho, que também ajuda a lidar com sangramento nas gengivas. A pressão elevada constante fitoterapia é calmante natureza: grama Leonurus e hortelã-pimenta, raiz de valeriana, frutas frescas e suco de Aronia. Se a pressão arterial baixa é necessário recorrer à ajuda de tônicos: espinheiro, erva-de-rosa selvagem e erva de São João.

Quando a pré-eclâmpsia, na segunda metade da gravidez (para a pressão arterial elevada, proteína na urina, edema) excitabilidade do sistema nervoso central remove valeriana e vai ação antiespasmódica. Ação pustyrnika mais pronunciada: além de efeito antiespasmódico e sedativo, ele pode abrandar o ritmo cardíaco. Quando a pré-eclâmpsia é melhor tomar ervas que podem facilitar o trabalho dos rins: Folha de morango, suco de bétula, cranberry, folha lingonberry, bearberry. Eles melhoram a condição dos rins, redução da excreção de proteína urinária, reduzir a pressão.

Após o nascimento, o valor de remédios à base de plantas também não ser superestimada. Parar o sangramento uterino forte vai ajudar a infusão de baga cranberry. Preparando-lo desta maneira: duas colheres de sopa de frutos secos despeje um copo de água a ferver e infundir durante quatro horas. Tome leva três vezes ao dia com um copo antes de uma refeição. Esta infusão ajuda a aumentar a produção de leite materno. Além disso, esta função é realizada extratos de erva-doce, anis ou de urtiga. Artemisia, Tansy e lúpulo ajudar a restaurar o ciclo menstrual.

Não devemos esquecer que a grama — um medicamento, embora natural. Sua recepção descontrolada simplesmente inaceitável! O tratamento durante a gravidez remédios de ervas precisa seguir um curso de um mês, como o efeito está crescendo lentamente. Durante a gravidez deverá ser utilizado com precaução em plantas que aumentem o tom do útero. Bolsa, grama orégano, lavanda, Yarrow, prímula e frutas zimbro deste pastor. Fruta anis, raiz de alcaçuz, cones de lúpulo e sálvia afetar a produção de certos hormônios, o que é especialmente perigoso durante o primeiro trimestre da gravidez. Evite tais plantas potentes como tansy, urtiga, barberry, alecrim e zimbro. Só quando a recepção correta de medicamentos à base de plantas apoiar a sua vitalidade e contribuir para o nascimento de um bebê saudável!