Criar um filho sem um pai


Todos os anos, o número de mães solteiras aumentou dramaticamente e assusta suas figuras. Assustar e número de divórcios, como eles são, por vezes, duas ou até três vezes mais do que o número de casamentos por ano. Mas o fato mais assustador nessa e em outras situações só há uma — a criança é exposta sem um pai. E acredite em mim, não importa a ele se seu pai tinha ido embora todos ou, mais recentemente, o fato de que, como eles dizem, é um fato. Quebre não só vidas humanas, mas também o destino das crianças que muitas vezes não percebe quando decidir seus problemas adultos.

Para uma mulher que é muito mãos com a criança está sob estresse e sentindo o peso do surgimento de novos problemas — materiais, habitação e, é claro, a moral. Mas tudo isto é menor em comparação com o facto de a criança se sente e experiências. Se a criança é pequena, é possível que ele não fez imediatamente consciente da urgência da situação, mas a criança a mais velha está passando por um stress real e, além disso, muitas vezes se sente culpado pela situação. De acordo com psicólogos da criança, criança, que cresce em uma família intacta, atrai para si a partir da relação de pais e experiências a fim de desenvolver as suas relações em sua futura família. Essa criança é mais fácil de se adaptar na sociedade. Para uma criança sem pai, caracterizada pelo isolamento, abstração e má adaptação na equipe.
Criar um filho sem um pai — uma tarefa muito difícil, especialmente para as mães. No entanto, se desejado, e a presença de certas habilidades e conhecimentos pode resolver este problema.

Características da educação de crianças em famílias monoparentais

Se você é um filho, sua tarefa será a de ajustar corretamente os objetos a serem seguidas, que surgem de seu filho. Pode ser kinogeroi, heróis do livro, e talvez os representantes reais do sexo masculino entre sua família imediata. Não há necessidade de começar ativamente «zadarivanie» criança. Assim, empurrá-lo para o estado da vítima ou ofendido. Desnecessário entrar descuidadamente seu filho, mas sim para tentar trazê-lo para qualquer trabalho, a partir da condução banal em pregos para a limpeza do apartamento, lavar pratos e outros tipos de obras. Ao mesmo tempo elogiando a criança e constantemente dar-lhe a entender que ele é o homem mais importante na família e que sem a sua ajuda você vai ser difícil. Seu comportamento como uma mãe deve empurrar o bebê para determinadas acções e, em especial, para a assistir, mesmo que ele não conseguiu tudo pela primeira vez. Isso vai exigir que você muita paciência e atenção. Quando o seu menino percebe que sua ajuda é necessária e desejável para você, ele vai tomar a iniciativa e se beneficiar dele um monte de diversão. Afinal, ele começa a se sentir como um homem — esperança e apoio para a mãe e toda a família. E, posteriormente, diagnosticado aumento «filho sem um pai» perde a sua relevância.
Se você tem uma filha, à primeira vista, parece que a situação é muito mais fácil, porque a menina é sempre perto de sua mãe. Mas aqui e ali são o primeiro problema. Para o pai da moça muito mais valor do que até mesmo o menino. Seu pai — uma pessoa que desempenha um papel na vida da filha do mentor mais importante. Pai, este é o tipo do primeiro homem que irá proteger, e não poupará os conselhos necessários e criar uma sensação de paz com a filha e confiança. E, consequentemente, importa ou ausência do pai, a menina pode criar um complexo de inferioridade ou provocar antipatia completa a todo o gênero masculino como um todo. É a partir destes fatores precisam proteger sua filha. Primeiro, precisamos dizer constantemente a filha que todos os homens são diferentes e não de todo ruim, eo que aconteceu com eles, absolutamente não quer dizer que a culpa é sua — e sua mãe, uma vida de adultos coisa bastante complicado e, por vezes, se desenvolve de forma diferente é apropriado.
Levantando um problema antigo criança, mas ainda requer atenção e dedicação.